sexta-feira, outubro 06, 2006

Anterior

modelados
então
na matéria
levissíma
do vôo
nem sempre
foram
possíveis
passarinhos
à partir
de outros
passarinhos.

6 comentários:

Sir_Gallagher. disse...

Apreciso muito o vosso minimalsmo estético usado nos versos, meu camarada.
me lmbram as musicas de uma banda chaada Young marble Giants ... Parabéns.

Márcia(clarinha) disse...

O que os faz únicos e belos em seus avoares...
lindo findi
beijosssssssss

Jéssica disse...

Lindo!!!
Ótimo final de semana pra você, beijo*.*

Dora disse...

Cada passarinho é um...Como você, que é um passarinho de altos penhascos, e tem a rota do vôo traçada na poesia...
Beijos muitos!
Dora

Loba disse...

Seus títulos me deixam voando como passarinho perdido...rs...
Beleza de poema, viu?
Beijãozão

Vicente Siqueira disse...

Oi, Poeta.
E os passarinhos sabem disso?
Deixo alpiste pra eles
e doces pra você, ok?
Vicente