segunda-feira, abril 16, 2007

Busca

estendido
no infinito

tentáculo
telescópio

tateando
a viagem

que sobrou
da estrela.

3 comentários:

Anônimo disse...

Uma busca, uma tentativa...
que lindo.

te beijo

Taís

douglas D. disse...

cadente
inventando céus.

Loba disse...

Ué, cadê meu comentario????
Fiz até algo inspirado no poema! rs... Postei a dissonância, viu?
Beijãozão