quarta-feira, setembro 05, 2007

modalidade

enquanto
escrevo
vôo

: deixando
de
existir

###

Tem texto meu no Blog de 7

###

Edições Árvore dos Poemas e Mixpan Indústria e Comércio Ltda, convidam a todos para participarem do Pão & Poesia

9 comentários:

Mário disse...

Versos curtos e perfeitos sob o ponto de vista dessa viajem que todos fazemos ao escrever.

Dora disse...

Como Drummond...para quem o momento da criação literária inundava "sua vida inteira"! Ou seja, a vida está cumprida e finda, no "vôo" da escrita!
Sei do que fala...poeta Wilson!
Beijo meu.
Dora

José Heber de Souza Aguiar disse...

Tenho acompanhado - de canto - teu "trabalho"; é uma particular admiração, pois é fantástica tua capacidade de síntese: falas muito e com tanta perspicácia, com tão poucas palavras... As necessárias, o suficiente para te mostrar. Cada poema um vôo... Cada vôo uma surpresa. Parabéns!!! Sucesso!

José Heber

Loba disse...

Poetinha, agora estou mesmo de volta! E trago comigo muita muita muita saudade - não de te ler, pq isso não deixei de fazer, viu? Mas saudade das nossas trocas, do nosso convívio. Vamos recomeçar?

Mary disse...

Olá, Wilson!
Eu gostaria que você fosse meu convidado nessa semana lá no Blog de 7 Cabeças [http://blogdesete.blogspot.com]. Então quero saber se você me autoriza escolher um escrito seu e postar lá. :)
Espero que sim!

Beijos

moacircaetano disse...

...ou existindo de forma ainda mais bela, pois em estado de poesia!

Muito bom!

Anônimo disse...

enquanto escreve.... existe!
te beijo

Taís

celo disse...

muito boa a sua poesia :]
nunca vi poemas tao concisos, ótimos.
[]s
Marcelo

Cynthia Lopes disse...

Oi poeta, passei por aqui para sentir a sua existência em versos!
Um abraço, Cynthia