quarta-feira, maio 28, 2008

na Verdade & no Mistério

sou mesmo dono do meu Sonho
e da Noite acima do Azul
onde chamo as Estrelas todas
pelo Nome que só eu sei
Tudo aqui é tão meu tão nosso
na Verdade e no Mistério
de cada Um - por isso Hoje
decidi amanhecer Passarinhos
cantando o Sol a Chuva o Vento
o Chão enfim o próprio Sonho
que me sonha também.

5 comentários:

Loba disse...

Embora seja um poema dedicado, eu o tomei tb pra mim. É que ele me escreve, descreve e lê dentro de mim, tá?
Um beijo e aquela saudade inominável!!!!

Anônimo disse...

sempre há um mistério dentro de um sonho...
sempre há um nome ao qual chamamos, mesmo em silêncio...

amei.

e amei a bagunça do Amor, do sonho que nos faz Dia!

te beijo

Anônimo disse...

sempre há um mistério dentro de um sonho...
sempre há um nome ao qual chamamos, mesmo em silêncio...

amei.

e amei a bagunça do Amor, do sonho que nos faz Dia!

te beijo

Anônimo disse...

eu gosto das fotos. mais da terceira.
adivinha pq estou aqui? rs...
beijoaí

Vieira Calado disse...

Gostei bastante.

Um abraço