quinta-feira, agosto 03, 2006

Construção

O tempo parou
durante
a primeira
chuva
de estrelas

Enquanto
brincava de Ser
(barquinho
de papel )
lavou
a súbita Alma
que até então
ainda
não tinha

Nenhuma idade.

--------------------

começou aqui:
http://corpusetanima.blogspot.com/

2 comentários:

Vicente Siqueira disse...

OI, Wilson.
Entrei no Subsolo do Cemitério e acabei saindo aqui.
E digo uma coisa: eu gostaria de ter escrito esse seu post. Eu me sentiria bem, depois de tê-lo escrevinhado.
Também acredito em Ser barquinho de papel. O que incomoda são as ondas das idades.

Vicente Siqueira

Loba disse...

Eu li... mas ainda não sei o que dizer. Mas volto depois que conseguir saber, viu? rs
Beijossssss