sexta-feira, dezembro 22, 2006

Momento

Meus olhos
abertos

e tantas paisagens

que ainda
não sei

se quero inventar.

3 comentários:

Anônimo disse...

um mundo todinho, vazio, pronto para ganhar as aquarelas...

te beijo

Loba disse...

Ainda que não queira vc continuará acendendo luzes no poema. Porque é poeta e a poesia está na paisagem que os olhos reinventam!
Querido, grande beijo de Natal. Com todo meu carinho e meu desejo de muito amor e muita alegria!

diovvani disse...

(...) e de não saber inventa poema.
AbraçoDasMinas.