quinta-feira, fevereiro 22, 2007

Pontaria

um tiro
no
escuro

(saiu
pela
culatra)

matou

o tempo.

7 comentários:

CeciLia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
CeciLia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
CeciLia disse...

Para onde
aponta
a ponta
da seta
do tempo?

abraço, poeta. Minha atrapalhação excluiu os outros dois comments. Mas eram os mesmos, ok?

Jéssica disse...

Olá meu amigo, ando sumida, desculpe... passando pra te desejar um final de semana muito tranquilo, beijos*.*

Mary disse...

Pelo menos o tempo revive... e se vai num ciclo sem fim...

Beijão! :)

dnoronha disse...

Super!

Thunder disse...

O nome do blog é original assim como as poesias!
Gostei.