segunda-feira, abril 23, 2007

Lado a Lado

vivos e mortos
mortos os mortos
vivos os vivos

mortos e vivos
vivos os mortos
mortos os vivos

Um comentário:

Loba disse...

Às vezes a morte se torna tão viva entre nós, né? Poetar é uma forma de engoli-la - já que aceitá-la exige tempo e muito esforço!
Beijos poeta.