segunda-feira, outubro 22, 2007

Recomeçar

nunca
é tarde
é sempre

: dia
ou noite

5 comentários:

loba disse...

direto no ponto! e cabe tudo nas entrelinhas!
Beijãozão

alex pinheiro disse...

Olá, Wilson Guanais,,, conheci teu Cemitério de Navios através de link em o Blog de 7, e acabei por acá conhecendo meu fascínio em poesia,,, Se for pra ler com gosto tem que ser curto, impactante, inteligente e sagaz... Foi bom estar aqui mergulhado em desconstrução, conflitos e cadências... Seria muito agradável tê-lo em páginas de o InventO,,,

Não precisa ir sempre, mas vá
De dia ou de noite
, mas vá
Não deixe pra ir
nunca
, pois fica tarde (rs)

Abraços e novas invenções!

Caruco disse...

Pra ser puta poema, pode até não haver distinção se ele é grande como Os Lusíadas, ou pequeno como Recomeçar. Mas eu, particularmente, acredito que os poeminhas é que são a grande sacada do poeta, porque em pouquíssimas linhas, diz-se quase tudo... Sou um admirador de quem consegue carregar, brilhantemente, de belas metáforas, ou imagens, textos tão curtos, quase frases. (não ligue se um dia te chamarem de frasista).
Abraço!
Bom poema este Recomeçar!

Cynthia Lopes disse...

Prá começar, adorei este seu recomeçar! Dei uma incrementada no meu blog, passe por lá e dê sua olhada crítica, ok? Um grande abraço, Cynthia

Vieira Calado disse...

Sou mesmo um entusiasta nestes poemetos.
Gosto deles.
Um abraço.