segunda-feira, setembro 18, 2006

Brinquedo

Não é do brilho
que eu gosto

Quando encero
o piso da casa

Sempre capricho
no polimento

Só pra deixa-lo
escorregadio.

3 comentários:

Clara disse...

isso eh sacanagem... rs
obrigada pelo comentário já tiver oportunidade de ler algumas das suas poesias, gosto muito da sua subjetividade objetiva... Isso pode? rs
Até!

Dora disse...

Escorregadio... esse termo é tão arisco, que foge ao controle da gente! Escorregadio é apreender aqui a intenção do brinquedo...rs
Eu tenho, para ele, minha interpretação também "escorregadia" .
Sabe que gosto de palavras? rs
Beijão!
Dora

claudia disse...

rs

isso é um perigo

beijo