quarta-feira, fevereiro 27, 2008

Merda

quando
diabo
foge
da cruz

voa
em
minha
direção

5 comentários:

Cynthia Lopes disse...

Wilson, muito bom! rsrsrs... entretanto, tenho notado desde seu poema "Crônica", um certo mal estar, um desconforto, estou certa?
Deixa estar meu poetamigo, tudo acaba no fim e o fim, pode ser bastante feliz.
Um grande abraço

Loba disse...

sabe o que é? vc virou as costas pra santa (eu)! rs...
tava morrendo de saudade. de vc e da sua poesia. já reli várias vezes esta página. fico feliz que vc tenha conseguido voltar. agora só falta conseguir falar ocmigo, né? rs...
beijo poetinha!

Dora disse...

Não. O diabo não vai em sua direção.Ele teria medo.Quem tem talento, no mínimo é protegido por alguma dividade...certo?
Beijos meus.
Dora

Loba disse...

ei! cadê vc, hein? demora muito ainda?

wilson disse...

pô, entrei para agradecer pelo livro, e olha o que eu encontro!!!!!

caramba, vc escreve muito!!

as vezes eu sinto a mesma coisa.