segunda-feira, abril 21, 2008

Quase 3:00 hs da tarde...

e essa vontade
de fechar os olhos
apagar o sol

e deixar o escuro
no escuro.

4 comentários:

Dora disse...

No escuro do escuro, há a luminosidade do sol de dentro...não há solução..
O poema é sabe disso.
Beijo meu.
Dora

Cynthia Lopes disse...

Nossa meu poetamigo, quantas vezes senti exatamenet isto! E outras vezes o fiz, foi um encontro e tanto comigo mesma. bjs

alex pinheiro disse...

Detesto dormir enquanto é tarde,,, rs
O escuro,,, acende a luz do interior,,, tem disso também...

Abraços e vespertinas invenções!

Jacinta disse...

E esse seu poema me faz lembrar de quando enfrento momentos difíceis e tudo o que eu quero é o sabor de um bom sumiço durante o sono. No escuro do escuro.
Um abraço
Jacinta